Princípios básicos do processo de ensilagem

3 minutos para ler

Aspectos relevantes para a produção de silagem

Princípios básicos do processo 

Quando é conduzida uma abordagem a respeito de todos os princípios envolvidos na produção de silagem, é fundamental o entendimento de cada termo, pois muitas vezes as palavras silagem, silo e ensilagem são inseridas de maneira equivocada ou até mesmo como sinônimos. Um exemplo simples e bastante comum é ouvir que “os animais estão comendo silo”. Então, vamos esclarecer os conceitos:

Silo: é a estrutura física destinada ao armazenamento da forragem picada. Os silos podem ser de superfície, trincheira, aéreo (pouco utilizado na atualidade), bags, etc.

Ensilagem: é o processo pelo qual a forrageira é submetida para ser conservada, passando pela colheita e picagem da planta, compactação e vedação do silo.

Silagem: é o alimento conservado através do processo de fermentação, sob condições de anaerobiose (sem oxigênio), dentro do silo.

Para que se produza e utilize adequadamente uma silagem, de forma a preservar ao máximo o potencial entregue pelo híbrido, com quantidade e qualidade bromatológica, o processo conta com diversas etapas que deverão ser trabalhadas conjuntamente para o sucesso desta prática.

A conservação da forragem sob a forma de silagem está fundamentada em dois princípios básicos: ausência de oxigênio (anaerobiose) e acidificação da massa ensilada (baixo pH).

A velocidade com que esses princípios são alcançados é determinante para garantir o bom armazenamento da forragem. E para que esta condição ideal de conservação da silagem seja alcançada, é necessário o uso de estratégias e ajustes eficazes no momento da colheita, abastecimento, compactação e vedação do silo, que quando bem conduzidos minimizam as perdas pós-abertura.

Inúmeros fatores podem influenciar na qualidade da silagem produzida, destacando aqueles inerentes à planta e toda a parte agronômica para a condução da cultura.

Na colheita, é fundamental o conhecimento do conteúdo de matéria seca desejável para favorecer a fermentação, do ajuste adequado dos equipamentos utilizados para colher a forragem, do aumento da densidade de silagem no silo com uma boa compactação e, por fim, da vedação eficiente para propiciar um ambiente adequado e máxima condição de ausência de oxigênio.

Em resumo, para produzir silagem de qualidade é preciso cautela antes, durante e depois da ensilagem. Pois o reflexo de uma silagem de qualidade expressa em produção de leite e carne só será possível se existir um elo forte de ligação entre a condução da lavoura-colheita-armazenamento.

Cássia Aparecida Soares Freitas

Supervisora Técnica de Vendas – Sempre Sementes

Posts relacionados

Deixe um comentário

Share This